terça-feira, 3 de dezembro de 2013

Capítulo 21 - A Origem do Universo no Tomo dos Sete Deuses.

          O jovem Minus, sentado à fogueira com seu tutor pede a este que lhe fale sobre a origem do universo, como sempre que ele não consegue dormir o pede o mesmo. Argonis senta-se com ar de sábio, olha o céu para inspirar mais a cena de um contador de histórias inspirado e começa:

- Como já lhe disse, tudo o que sei foi o pouco que li no Tomo dos Sete Deuses, estava escrito que “antes dessa existia uma outra terra, em um outro universo antes desse, mas esse universo era cheio de gigantes, fogo e vulcões por todos os lados e homens ímpios, mas nessa mesma terra surgirão sete sábios, que dedicarão sua vida a estudar os segredos da terra e do universo em busca de suas próprias perguntas cercadas de outras perguntas, eles diziam buscar “A Verdade Absoluta” que seria a cura para todo mal, a chave para toda porta e a redenção de todo o erro. Esses Sábios se tornaram imortais e dotados de colossal entendimento e poder do universo. Um dia, com o máximo de poder universal acumulado, eles perceberam que a terra estava errada, que tudo deveria ser desfeito e refeito, e foi então que eles voltaram no tempo, foram centro do universo e o início desse protegidos por uma magia arcana anterior há tudo que conhecemos e o que jamais conheceremos, no início de tudo, sem a existência da luz, do tempo ou ada própria existência, eles disseram ‘que se faça uma nova terra e um novo céu’ acumularam todo o poder do universo em um único e minúsculo ponto que explodiu e se fez poeira, da poeira se fez chão e céu, e surgirão dos do chão o mar e do mar a vida, a vida mudou, melhorou e se tornou no que é hoje e assim os Sete Deus confirmaram suas Divindades, tornaram-se Deuses.” – O Jovem Touro já embebecido de sono fez uma pergunta que lhe era frequente a Argonis:

- Argonis, Qual a diferença entre um Sábio e um Guerreiro?

- Um guerreiro teme a vida e ama a morte um sábio ama a morte...

- E teme a vida.


Significado: 
Tomo: Livro Sagrado ou muito antigo. (Apenas para essa ficção)

0 comentários:

Postar um comentário